Forró Pé de Serra

É uma dança livre, não existem muitas regras. Como ronda, é uma dança executada praticamente no lugar ou onde tiver espaço, com inspirações em danças americanas, tem uma forte identificação cultural nordestina, passou por todo Brasil, onde tem suas variantes e esterilizações como forró universitário, forró eletrônico.
É um ritmo latino e tem todas essas características, swing, sensualidade, aconchego e acima de tudo liberdade. O forró é remédio, tira o stress, cura a tristeza, é o ritmo que lota as pistas pela sua simplicidade e liberdade, todos se atrevem a dançar e também é porta de entrada das pessoas na dança. Não tem como falar de forró sem falar de cultura nordestina, como os bailes populares eram conhecidos em Pernambuco por “forrobodó” ou “forrobodança” ou ainda “forrobodão” já em fins do século XIX é aqui começa  surgir a dança.

História

O forró tornou-se um fenômeno pop em princípios da década de 1950. Em 1949, Luiz Gonzaga gravou “Forró de Mané Vito”, de sua autoria em parceria com Zé Dantas e em 1958, “Forró no escuro”. No entanto, o forró popularizou-se em todo o Brasil com a intensa imigração dos nordestinos para outras regiões do país, especialmente, para as capitais: Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Nos anos 60 grandes forrozeiros fizeram sucesso, tais como Luiz Wanderley, Nino e Trio Nordestino, Sebastião do Rojão, Zé do Baião e muitos outros. Nos anos de 1970, surgiram em cidades brasileiras, “casas de forró”. Artistas nordestinos que já faziam sucesso, tornaram-se consagrados (Luiz Gonzaga, Marinês, Dominguinhos, Trio Nordestino) e outros surgiram. Durante esse período o forró foi incorporado nas danças de salão brasileira, praticamente é obrigatório aprender a dançar forró.

Sotaques do Forró-pé-de-serra:

Forró Roots (ou de raiz):

Estilo original do nordeste, onde é dançado junto com movimentos simples, sem executar figuras. Sua evolução começou nos eventos de forró de Itaúnas, Espírito Santo, que introduziu principalmente, movimentos intrínsecos e complexos de perna, em sua maioria originados e modificados do tango, além de alguns adaptados do samba de gafieira. Apresenta-se como um estilo mais elegante e seco, porém com muita técnica e igual contato entre os corpos dos parceiros.

Forró Eletrônico:

É dançado com mais malícia e com um apelo maior para a sexualização dos pares, tem grande influência da lambada, salsa e até mesmo a bachata dominicana.

Forró Universitário:

Possui passos mais focados em movimentos de braço, bem como passos adaptados e aperfeiçoados de outros estilos de dança, tais como zouk e salsa. Para a estética de dança que a música do forró exige, é praticamente uma revitalização do forró pé de serra. É o ritmo mais dançado, foi adaptado para se dançar inúmero estilos musicais, sertanejo universitário e todos os sub-gêneros do forró do mais tradicional ao mais moderno.

Passos do Forró Pé de Serra

Como todos sabem na dança de salão não existe uma nomenclatura muito clara de passos e cada região tem um nome. Esses são os mais conhecidos e populares.

  • Base Frente e Trás
  • Base de Passagem
  • Despenteia
  • Chave
  • Braile
  • Chamego

Música

Como gênero musical, o Forró-Pé-de-Serrá é composto de sub-gêneros como xote, xaxado, baião, é tocando em trio de zabumba, sanfona e triângulo, a forma original e mais tradicional, já o forró universitário e o forró eletrônico, foi acrescentado instrumentos como, guitarras, contrabaixo e teclado. O forró como gênero musical englobou muita coisa e varia de região para região, existe vaneira, vaneirão, arrastapé,  e tecnobrega. Mas aí é outra história, aqui estamos falando do forró de origem nordestina que nós adoramos.

ROH

O que mais gosto no forró?
R. É ritmo que eu aprendi a dançar primeiro tenho um carinho especial por ele e é um dos que mais me entrego

Qual música mais gosta de dançar?
R. Santana, O Cantador – Mensageiro Beija-flor

Forró lento, médio ou rápido?
R. Os Lentos são os mais aconchegantes

Uma frase de forró?
R. “…Pois quando estou com você, estou nos braços da paz…” – Luiz Gonzaga

O forró é…?
R. O meu remédio 😉

Roots, Universitario, Eletrônico?
R. Com Certeza universitario 😀

Meu par tem que ter?
R. Ahhh o rebolado do forró, deixa a dureza para vida 😉

Meu par tem que ser?
R. Como água de cacimba, Limpa, doce e saborosa, Todo mundo quer beber…
😀

SIH

O que mais gosto no forró?
R.A alegria desse ritmo contagiante, que foi o primeiro que aprendi a dançar. Adoro demais, é muito especial pra mim. 😍

Qual música mais gosta de dançar?
R.Esperando na janela (Gilberto Gil) é uma música super especial, foi a música de nossa primeira apresentação na TV. 😀

Forró lento, médio ou rápido?
R. Adoro os lentos, dançar mais juntinho… hummmmm 😊

Uma frase de forró?
R. “…Pra mim tu és a estrela mais linda Teus olhos me prendem, fascinam A paz que eu gosto de ter…” – Dominguinhos

O forró é…?
R. É a cura pra tudo 😉

Roots, Universitario, Eletrônico?
R. Com certeza o Universitário

Meu par tem que ter?
R. Aquele rebolado gostoso que só o forró tem 😄

Meu par tem que ser?
R. Fogo, calor e água… pegando fogo dançando forró, aquele calor gostoso e o seu suor a água que refresca minha alma 😉 😀

Você quer aprender Forró Pé de Serrá?

Preencha o formulário abaixo e agende sua aula